G-HP0SFRV0F4
 

O que evitar na ceia de Natal se você estiver grávida ou com bebês pequenos

Atualizado: 21 de mar.

Para muitos de nós, o Natal é a época perfeita para nos deliciarmos com alimentos que normalmente não comemos em outro momento do ano. Mas será que todos eles são seguros e estão liberados para as crianças e também para as mamães que estão gestantes?



Bom, já peço perdão antecipado pela má notícia, mas infelizmente, não. Nem todos os alimentos servidos nas festas de fim de ano são indicados para quem está grávida ou para os nossos pequenos.


Por isso, separamos algumas dicas que serão fundamentais para te ajudar a montar o cardápio ideal da ceia deste ano, com boas opções para toda a família.


Para as gestantes


Evite, principalmente, comidas muito condimentadas e apimentadas, pois elas podem causar reações bem desconfortáveis em quem ainda está passando pela fase dos enjoos ou da famosa azia.


Além disso, também não é recomendado ingerir alimentos muito gordurosos ou com muito sal e, especialmente nestas datas, esqueça a máxima de que grávidas devem comer por dois. A ingestão de um grande volume de comida irá provocar aquela sensação de empachamento que, com certeza, fará você aproveitar menos a festa.


Vale lembrar que, dependendo do estágio da gestação, os órgãos estão bem mais comprimidos e a digestão é mais demorada.


Portanto, aproveite o clima propício do verão e aposte numa ceia rica em frutas, verduras, legumes, carnes magras bem cozidas e, principalmente, cuide da hidratação. É uma época com altas temperaturas e que precisamos manter nosso organismo hidratado para que os bebês também recebam a quantidade de água suficiente para o seu desenvolvimento.


Para as crianças


Na hora de montar o prato dos pequenos, é importante deixarmos de fora as comidas com temperos fortes, pimentas e excesso de sal (lembrando que para os menores de 1 ano o ideal é que o alimento esteja sem sal algum) e também de açúcar. Maioneses também não recomendadas.


O tender, por exemplo, é um embutido e deve ser evitado. Assim como comidas que contenham mel em sua composição.


Se o seu bebê iniciou a Introdução Alimentar (IA) é importante também manter sua rotina de horário. Claro que não há problema algum em comer uma carne de porco desfiada, como o lombo, por exemplo, ou até mesmo um peixe, se for costume da família. Mas uma dica valiosa é sempre ter a certeza de que a criança já experimentou este alimento antes e que não haverá riscos de alergias. O mesmo vale para as castanhas, nozes e amêndoas, que também podem ser itens alergênicos.


Caso você queira facilitar o processo, deixe alguns legumes congelados para que eles possam compor o pratinho dos pequenos, garantindo a diversidade de alimentos ofertados, e aproveite as frutas da época para servir de sobremesa.


Fique atento também aos formatos dos alimentos, para evitar engasgos.


No mais, o cuidado é sempre o mesmo: alimentação saudável, rica em nutrientes e boa hidratação.


Ter a casa cheia, rever pessoas que moram longe, desfrutar de preciosos momentos em família, tudo isso é o que faz o Natal ser tão mágico e tão esperado por todo mundo. Por isso, aproveite ao máximo toda essa experiência, tomando alguns pequenos cuidados para não comprometer a sua saúde ou a saúde do seu bebê.


Que sejam noites repletas de união, amor e esperança para todos e que possamos seguir juntas em 2022, com muita saúde, troca de experiências e muito acolhimento.


Boas festas!


0 comentário