G-HP0SFRV0F4
 

5 nutrientes importantes para homens que planejam ter filhos

Atualizado: 20 de mar.

Um dos primeiros textos aqui do blog foi desmistificando a ideia de que só a mulher deveria se preparar para engravidar, mostrando que a saúde do homem também precisa ser levada em conta no momento em que o casal decide que chegou a hora de aumentar a família.


Depois, listamos alguns nutrientes importantes que devem ser suplementados na mulher. E hoje vamos falar sobre os 5 principais nutrientes que são fundamentais para melhorar a saúde reprodutiva do homem, tornando os espermatozoides mais saudáveis e, com isso, aumentando as chances de uma gravidez natural.


Mas antes, é preciso pontuar um dado relevante: segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente 40% dos casos de infertilidade são registrados em homens. Ou seja, é necessário que o casal investigue todas as possibilidades quando percebe qualquer dificuldade na concepção. Isso porque, muitas vezes, essa infertilidade pode estar relacionada apenas a fatores externos, como um estilo de vida menos equilibrado, estresse, má alimentação, consumo excessivo de álcool, tabaco e coisas do tipo.


Nestes casos, mudar a rotina, adotar uma dieta saudável e suplementar alguns nutrientes já pode ser suficiente para resolver o problema de maneira nada invasiva, e ainda proporcionando mais qualidade de vida também no longo prazo.

Mas quais seriam, então, as vitaminas principais a serem suplementadas para os homens? Vamos a elas:


Zinco

Começando pelo zinco, temos aqui um mineral essencial encontrado em grandes quantidades em alimentos de origem animal, como carne, peixe, ovos e crustáceos.


De acordo com pesquisadores, esse é um dos pilares da fertilidade masculina, estando associado aos níveis de testosterona e à qualidade do esperma. Isso porque, de acordo com estudos observacionais, o zinco está diretamente envolvido na capacidade física do espermatozoide se fundir e penetrar um óvulo. Além disso, homens com deficiência neste mineral também costumam ter baixa contagem de espermatozoides, o que ajuda a comprometer a fecundação.


Selênio

Presente na castanha-do-pará, no trigo, no arroz, na gema de ovo, na semente de girassol e no frango, o selênio também é um mineral antioxidante essencial para a fertilidade masculina, pois contribui para a morfologia e para mobilidade dos espermatozoides, ou seja, não apenas faz com que as células atinjam um bom tamanho e forma, como as ajuda a nadar, um fator chave na concepção normal.


Além disso, também garante que eles não sejam danificados pelos radicais livres presentes no organismo. Isso porque, assim como qualquer célula do corpo, os espermatozoides também são suscetíveis a danos oxidativos.


Vitamina C

A vitamina C dispensa apresentações e além de ser uma mais populares, ainda é um dos antioxidantes mais abundantes no sêmen de homens férteis, contribuindo para a manutenção de espermatozoides saudáveis e protegendo o DNA do esperma dos danos dos radicais livres. Assim como o selênio, foi demonstrado em estudo que dois meses de suplementação de vitamina C pode ajudar a melhorar a mobilidade dos espermatozoides em 92% e a contagem deles em mais de 100%. Além disso, também foi observada uma redução de cerca de 50% na proporção de espermatozoides deformados.


Vitamina E

A vitamina E é uma vitamina solúvel em gordura que ajuda a proteger a membrana celular do esperma dos danos. Estudos demonstram que homens com baixas taxas de fertilização que tomaram suplementos de vitamina E por três meses mostraram uma melhora significativa na taxa de fertilização. Ela também funciona muito bem juntamente com a Vitamina C, por isso é importante que elas estejam juntas na formulação.


Vitaminas do Complexo B (B9 e B12)

As vitaminas do complexo B afetam diretamente a fertilidade masculina e feminina de várias maneiras, sendo as mais importantes a vitamina B9 (também conhecida como ácido fólico) e a vitamina B12. Nos homens, ambas regulam a replicação do DNA no esperma e por isso também devem estar presentes na hora da suplementação.


Dito tudo isso, fica muito claro o quanto é fundamental que o casal seja parceiro desde o primeiro instante em que decidem que chegou o momento de engravidar. Que procurem uma nutricionista juntos, façam os exames necessários e dividam, desde o começo, a responsabilidade e o também o sucesso da missão.


E você, planeja engravidar nos próximos meses? Já buscou orientação sobre como preparar seu corpo da melhor forma para receber e acomodar seu bebê? Aproveite que nossa agenda está aberta e com atendimentos online durante este período de pandemia e comece a dar os primeiros passos rumo a realização do seu sonho.



0 comentário