top of page

Tudo o que você precisa saber sobre os enjoos na gravidez

Estima-se que cerca de 70% a 80% das gestantes sofrem com náuseas e enjoos nas primeiras 12 semanas de gravidez. E infelizmente não existe uma regra: algumas irão passar 100% ilesas pela experiência, outras podem ter enjoos durante os 9 meses; existem casos de pessoas que não tiveram problema na primeira gravidez e depois passaram muito mal na segunda. Ou seja, não dá pra prever como vai ser com você. Por isso, a chave do sucesso é estar preparada e saber com antecedência a melhor forma de aliviar o enjoo matinal, se ele vier.

O que é o enjoo matinal na gravidez?

O enjoo matinal é aquele mal estar, com sensação de náusea, que costuma acontecer durante o primeiro trimestre da gravidez. E embora costumem tratá-lo como matinal, ele, na verdade, pode ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite.


Normalmente ele começa por volta da 6ª semana de gestação, sendo um dos primeiros indicadores de que algo está acontecendo - e o que mais leva as mães a buscarem um teste para confirmar as suspeitas - e desaparece por volta do início do segundo trimestre, entre as semanas 12 e 16 da gravidez.


No entanto, como já dissemos acima, algumas mulheres podem continuar apresentando os sintomas no segundo trimestre. E poucas, particularmente aquelas que esperam gêmeos, podem sofrer com náuseas e vômitos durante toda a gestação.


Sintomas de enjoo matinal

Os principais sintomas do enjoo na gravidez são:

  • Náusea com ou sem vômito, similar ao mal estar que sentimos no mar ou no carro;

  • Náusea que surge pela manhã, mas pode reaparecer a qualquer momento ou durar o dia todo

  • Sentir-se enjoado ao cheirar certos alimentos ou sentir alguns perfumes

  • Náusea depois de comer, especialmente alimentos picantes

  • Náusea ou vômito provocado pelo calor e pela salivação intensa

O enjoo matinal em si não prejudica seu bebê. No entanto, é importante procurar ajuda profissional sempre que:

  • não conseguir manter nenhum alimento ou líquido no estômago

  • começar a perder peso

  • suspeitar que sua vitamina pré-natal está piorando a náusea da gravidez

  • apresentar febre ou sintomas semelhantes aos da gripe

Causas do enjoo matinal e fatores de risco

A verdadeira causa das náuseas e vômitos ainda não se sabe ao certo, mas muitos especialistas culpam os hormônios da gravidez. Isso porque o hCG atinge seu pico justamente na época em que os enjoos matinais são piores; além disso, os níveis crescentes de estrogênio e progesterona relaxam os músculos do trato digestivo e tornam a digestão menos eficiente.


E embora esse mal estar possa atingir qualquer pessoa, existem alguns fatores de risco que podem tornar o quadro mais recorrente, como:

  • histórico de enxaqueca

  • estômago sensível (por exemplo, se tende a enjoar no carro ou no mar)

  • gravidez de gêmeos (você terá níveis mais altos de hCG)

  • primeira gravidez


Como prevenir ou aliviar o enjoo matinal na gestação

Nós já temos um texto aqui no blog falando sobre formas de aliviar o enjoo, caso você ainda não tenha lido, vale dar uma olhada. Mas, sempre é bom reforçar que existem, sim, algumas dicas simples que podem ajudar a amenizar o problema.

  • evite cheiros muito fortes;

  • tome sua vitamina pré-natal junto com a refeição;

  • mantenha sempre um lanchinho ao lado da cama. A náusea é mais provável de ocorrer quando seu estômago está vazio. Por isso, comer várias pequenas porções pode ajudar a aliviar o mal estar;

  • prefira fazer seis refeições mais leves durante o dia, do que apenas as três principais;

  • coma alimentos com baixo teor de gordura e fáceis de digerir, como biscoitos ou cereais;

  • escove os dentes depois de cada refeição. O frescor da pasta ajuda a evitar enjoos e ainda diminui o risco de danos aos dentes devido ao vômito.

Precisa de ajuda para montar seu cardápio alimentar e, assim, driblar de vez esse mal estar dos enjoos? Então marque um horário comigo. A agenda deste ano já está aberta, aguardando você. Acredite, com pequenos ajustes na sua alimentação, dá pra melhorar bastante a sua qualidade de vida. Clique no link abaixo e aproveite!



0 comentário

Comments


bottom of page