G-HP0SFRV0F4
 

Identificando os sinais de que seu bebê está pronto para o desmame

Atualizado: 28 de jul.

Decidir por quanto tempo seu bebê será amamentado é uma decisão extremamente pessoal e que depende de uma infinidade de fatores que não vamos pontuar por aqui neste momento (se vocês quiserem um texto todo sobre isso, deixem aqui nos comentários <3).

Porém, uma dúvida que sempre chega até o meu consultório é: quais são os sinais que sugerem o desmame? Como a mãe pode identificar que o bebê já está pronto para esse processo? E para isso existem alguns sinais que podem ser levados em conta, sim. Por isso, decidi listar alguns deles neste texto. Inclusive, recebi essa sugestão de conteúdo lá no inbox do meu Instagram. Se você também quiser enviar a sua, é só me seguir por lá.


Mas, antes de começarmos a falar sobre os sinais que o bebê nos fornece, vamos entender o que é o desmame.


O processo de desmame nada mais é do que parar de alimentar o bebê com leite materno.


Mas é importante destacar que existem dois tipos de desmame. Um é quando a mãe decide começar a desmamar o bebê da amamentação (o que pode ocorrer por N motivos) e o outro é quando o bebê começa a desmamar sozinho. E é justamente aí que eles começam a dar sinais de que não estão mais muito interessados na mamadeira ou no peito. Conheça alguns deles:


Mamar com menos frequência

Um dos sinais mais comuns de que seu bebê está pronto para desmamar é quando ele começa a mamar menos vezes ao dia. O que, na verdade, é bem comum de acontecer quando a criança é apresentada aos alimentos sólidos. Portanto, se seu bebê começou a interromper as sessões de amamentação ou se não demonstra mais nenhum interesse no peito ou na mamadeira, ele pode estar pronto para ser desmamado.


Redução na oferta de leite

Muitas coisas podem afetar a sua produção de leite (nós já falamos sobre isso aqui no blog) e a baixa frequência na amamentação pode ser uma delas. Por isso, se seu bebê começa a mamar menos, seu corpo entende que não precisa mais produzir uma grande quantidade daquele alimento. E quando isso acontece, pode ser um sinal de que o momento do desmame está próximo.


A criança se interessa mais por alimentos sólidos

Quando a criança está pronta para o desmame, ela começa a preferir os alimentos sólidos e parece muito mais interessada neles do que no leite. É comum, também, neste momento vê-la apontando para os alimentos sólidos, como se ela estivesse pedindo por eles. Por isso, fique sempre atenta aos gestos e à linguagem corporal dos pequenos.


O bebê aceita outras formas de consolo

Sabemos que para os pequeninos, o peito cura tudo. Qualquer dor, desconforto, tristeza, angústias, ansiedade e sono. Não existe melhor “remédio” que esse para eles né?

Mas, conforme eles amadurecem, outras formas de consolo como o colinho, um abraço, já dão a segurança que eles tanto querem nesse momento e, não necessariamente, precisa ser a mamãe.


Lembrando que, se formos considerar as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), os bebês devem ser alimentados exclusivamente pelo leite materno até os seis meses - quando deverá ser iniciada a Introdução Alimentar - podendo ser mantida a amamentação não exclusiva até os 12 meses ou mais.


No entanto, como já dito no início do texto, essa é uma decisão completamente pessoal que cada mãe tem que fazer de acordo com a sua realidade e com as suas possibilidades. Combinado?


Se vocês tiverem mais dúvidas sobre este assunto, podem deixar aqui nos comentários que, como sempre, eu volto para responder. Ah, e caso vocês precisem de um acompanhamento mais completo, a minha agenda de atendimentos nutricionais está aberta. Basta entrar em contato pelos telefones que estão disponíveis aqui no site e marcar seu horário.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo